fbpx

Contratação Simplificada

  • Sem declaração de saúde
  • Contrate pelo telefone
  • Assistência funeral para 6 pessoas
  • Concorra a R$ 20 mil por mês

Seguro de Vida

Proteja o futuro da sua famÍlia

Capitais segurados de R$ 20 mil a R$ 200 mil

Escolha de acordo com sua necessidade

A melhor solução para imprevistos

O seguro de vida garante tranquilidade nos momentos em que a família mais precisa. Diante de situações que não podemos imaginar, buscar um amparo preventivo é uma iniciativa ao alcance de todos. Um seguro de Vida bem formatado, com capitais adequados às necessidades dos clientes, oferece benefícios exclusivos e diferenciados, além de uma série de outras vantagens:

assistencia familiar - Seguro de vida
Amparo diante da vulnerabilidade financeira familiar
invalidez - Seguro de vida
Tranquilidade financeira diante de invalidez total ou parcial por acidentes
inventario - Seguro de vida
Alternativa durante morosos processos de inventários
seguro de vida 1 - Seguro de vida
Seguro de vida não é herança
funeraria 1 - Seguro de vida
Despesas com funeral
ir leao - Seguro de vida
Isenção de IR

Por que contratar um seguro de vida?

A melhor forma de proteger todas as etapas da sua vida.
protecao - Seguro de vida

Proteção para o futuro da sua família

Pagamentos para a sua família por morte acidental e natural. Seus sonhos continuam protegidos.
longevidade - Seguro de vida

Tranquilidade durante toda sua vida

Coberturas adicionais para invalidez, doenças graves e incapacidade temporária. Proteção para seus momentos mais difíceis.
qualidade 1 - Seguro de vida

Qualidade de vida para você e sua família

Participe no nosso Clube de Benefícios com diversos serviços e descontos em uma ampla rede credenciada. Vantagens para os segurados da Boaventura Seguros.

Principais Coberturas e Serviços

saude - Seguro de vida
Morte – Garantia básica 100%
icone iea - Seguro de vida
Indenização especial de morte por acidente (IEA)* 100%
invalidez - Seguro de vida
Invalidez permanente total por acidente (IPTA) 100%
cap - Seguro de vida
Sorteio mensal de R$20.000,00
familia - Seguro de vida
Assistência funeral estendida até 5 pessoas
ico carrinho - Seguro de vida
Clube de benefícios Infinity Descontos em mais de 5.000 estabelecimentos

Preencha o formulário e saiba mais!

Seguro de Vida
Pensar no futuro é garantir o presente.
E custa muito pouco.

Você e sua "magrela" protegidos
onde quer que estejam.

Seguro de Vida
Enviando

Como funciona o Seguro de Vida?

Confira abaixo o nosso Guia Completo.

No decorrer de nossas vidas, existem poucas certezas. Uma delas é a de que todos nós vamos morrer um dia. Pode ser em 10, 20, 50 ou até 100 anos, a morte é um fim inevitável.

Imagem Guia do seguro de vida site - Seguro de vida

Entretanto, mais importante do que saber das casualidades, nem todas as pessoas fazem a pergunta mais importante: Será que você está dando a correta proteção para a família e deixando-os confortáveis quando você se for?

O problema financeiro é apenas um dos muitos transtornos que acabam sendo gerados por uma morte, seja ela esperada ou inesperada. A maior diferença é que ele é totalmente contornável por meio da contratação do seguro de vida.

Muitas pessoas acabam precisando desse serviço, mas a maioria, infelizmente, não se prepara para essa necessidade. É por meio desses tipos de seguros que você pode proteger a estrutura familiar de maneira sustentável em caso de alguma fatalidade.

Afinal, ninguém ainda foi capaz de enganar a morte. Diante desse tipo de situação inevitável é preciso ter as formas certas de garantir o sustento da família e a manutenção do estilo de vida natural da família.

O conceito do seguro não é exatamente uma novidade para o brasileiro, porém ainda não estamos acostumados com o processo de contratação de um seguro.
o que e seguro de vida - Seguro de vida

Mesmo assim, é cada vez mais comum encontrar pessoas que aderem a outros tipos de seguros, como o automóvel ou o viagem, por exemplo. Segundo estatísticas da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), é muito evidente a importância que a contratação de uma apólice de seguros tem tido com o crescimento desse mercado.
Desde 2001, a receita anual desse tipo de segmento aumentou consideravelmente. Ato que demonstra ainda mais a expansão do mercado com o crescimento em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), sendo 1,85% em 2001 e 3% em 2013.
Pode parecer pouco, mas esse crescimento é extremamente relevante, mesmo ficando atrás em relação a outros países. Até porque, com o advento da internet e a disseminação da informação, entender o funcionamento correto dos tipos de seguros de vida se tornou muito mais fácil.
seguro é somente um contrato que você firma com uma seguradora para garantir a proteção financeira para os seus familiares e/ou pessoas que dependam de você, no caso de algum tipo de acidente fatal.
Porém, ainda existem outras vantagens já que podem ser direcionadas ao beneficiário em situações específicas, como o caso para invalidez permanente ou doenças graves.
É preciso ressaltar que todos os contratos de seguro de vida precisam possuir obrigatoriamente a cobertura para risco de morte, sendo ela por causa natural ou acidental.
Além da cobertura de seguro principal, é possível ter ainda algumas garantias adicionais, podendo ser oferecidas ao segurado, em especial aquelas previstas no seguro, como:
Invalidez por motivos de: acidente, funcional por doença ou laborativa por doença, doenças graves, diária por internação hospitalar, incapacidade temporária, desemprego e perda de renda, além de outros motivos.

Na hora de fazer a cotação de seguro, uma das perguntas mais importantes que a pessoa precisa se fazer é: o que aconteceria com uma família que perdeu um ente que era também o provedor do sustento do lar?
como funciona seguro de vida - Seguro de vida

Geralmente, além de todo o impacto psicológico que a morte acaba trazendo, existem também problemas financeiros que acabam sendo comuns nesse momento. Como consequência, fica muito mais complicado manter o mesmo padrão de vida do orçamento familiar.

Em casos extremos, até mesmo a sobrevivência acaba ficando prejudicada, já que as dificuldades também são grandes quando a pessoa sofre um acidente ou tenha uma doença que acabe invalidando a pessoa.

Nessas situações, a pessoa fica sem poder trabalhar, não conseguindo exercer as atividades profissionais e garantir o sustento e qualidade de vida para a família, além de todos os custos médicos, geralmente associados a esse momento.

O objetivo desse seguro de vida é garantir a proteção pessoal, proporcionando a segurança financeira, caso alguma dessas fatalidades acabem ocorrendo.

Ele contribui para amenizar as condições financeiras completamente desfavoráveis que o segurado possa enfrentar. Como outros benefícios diretos do seguro de vida, é possível mencionar itens como continuidade do estudo dos filhos, sustento da casa, garantia de quitação de financiamento e proteção contra gastos exorbitantes em caso de morte ou acidente.

1 – Entenda a diferença entre o seguro de vida e de pessoas

O seguro de pessoas é um contrato mais amplo que o seguro de vida, tendo entre as coberturas possíveis morte natural ou acidental, invalidez permanente por acidente ou funcional permanente por doença, doenças graves, diária por incapacidade temporária, despesas médicas, hospitalares, odontológicas e diárias por internação hospitalar.

Dentro desse conjunto de coberturas do seguro para pessoas, o seguro de vida trabalha em cima dos itens com o risco de morte, seja ele por causas naturais ou acidentais.

2 – Diferença entre cobertura de morte e cobertura de morte por acidente

Outro esclarecimento que precisa ser feito para se ter uma vida segura é qual a diferença entre cobertura de morte e cobertura de morte por acidente. Dúvida mais comum entre aqueles que estão fazendo a cotação do seguro de vida, ela surge especialmente quando há uma diferença de preço entre as duas modalidades, sendo que a de morte por acidente é, geralmente, mais barata.

Mesmo sendo uma distinção muito sutil, é extremamente importante saber sobre ela, para não errar na contratação do plano. A cobertura de seguros sobre morte garante uma indenização apenas em caso de falecimento, natural ou acidental. Já a cobertura de morte por acidente paga a indenização apenas em casos de morte acidentais.

Esse fator unicamente já faz com que as duas coberturas tenham um valor diferente entre si. Como a de morte é mais ampla, não envolvendo apenas a possibilidade de acidentes, o risco é maior para a seguradora.

3 – Os principais tipos de apólices

É possível encontrar dois tipos diferentes de contrato de seguro de vida: em grupo ou individual.

principais tipos de apolices - Seguro de vida

No seguro de vida individual, a seguradora cobre o risco de uma única pessoa física, sendo ele responsável pelo custo e a contratação do plano. Nesse caso, são utilizados alguns fatores importantes como base de cálculo para o prêmio do seguro, como idade, sexo, estado civil, estilo de vida, profissão e condição de saúde.

Demais coberturas, assim como o prazo de vigência e a forma de pagamento da indenização, são alguns dos aspectos que podem ser negociados livremente entre o beneficiário e a seguradora.

Outro tipo de apólice que pode ser encontrado é o seguro de vida em grupo ou o plano coletivo. Nesse caso, a contratação é feita por algum órgão, seja ele empresa, associação profissional, clube, sindicato ou entidade de classe, para os seus associados.

Os beneficiários, óbvio, são as pessoas vinculadas de alguma maneira a essa instituição. Dentro desse contexto, a organização contratante é chamada de estipulante, já que é ela que define as condições do plano com a seguradora.

Dentro do seguro de vida em grupo existem três formas de custeio por parte dos segurados, conhecidas como totalmente contributário, onde os segurados são responsáveis pelo custeio do plano, parcialmente contributário, os segurados e o estipulante dividem o plano em uma proporção convencionada, ou não contributário, no qual o estipulante é totalmente responsável pelo custeio do plano.

Há várias vantagens na contratação do seguro de vida em grupo. A principal delas é o preço menor em relação ao plano individual. Ele é menor, pois a contratação de um plano coletivo possibilita a redução dos custos de uma seguradora, por conta da simplificação dos processos de contratação.

Outro ponto positivo que está presente nesse tipo de apólice é a desconsideração de itens, como a idade, para o cálculo do prêmio do seguro. Nesses casos é cobrado um preço médio, baseado no conjunto de integrantes desse grupo.

Entretanto, não é possível negociar as garantias oferecidas pela seguradora, uma vez que isso é definido por parte do estipulante, sendo específico para o colaborador da instituição.

Quanto à vigência da apólice coletiva, ela pode variar bastante. Tudo vai acabar dependendo da negociação feita entre a parte estipulante e a seguradora, além da permanência do segurado dentro do grupo.

Caso não haja renovação do seguro de vida em grupo por decisão de uma das partes, a cobertura do seguro pode ser cancelada.

4 – Os cuidados com o limite de idade e dicas para driblar a barreira

Como o seguro de vida trata de maneira direta casos envolvendo o falecimento ou a invalidez do segurado, é extremamente evidente que alguns tipos de restrições quanto à idade possam acabar existindo. Grande parte das seguradoras, por exemplo, não aceitam clientes com mais de 60 anos de idade.

Porém, é possível escapar dessa restrição usando duas opções diferentes: Contratar um seguro quando se é ainda é mais jovem ou contratar um plano especial para terceira idade.

A primeira opção é melhor, desde que seja possível contratar um seguro de vida com um prazo longo de vigência, enquanto você ainda não se encaixa na faixa de restrição de idade. Um exemplo bem claro seria a contratação de um seguro com vigência de 40 anos para alguém que tenha 50 anos, atualmente.

A outra opção seria procurar um dos tipos de seguros especiais para a terceira idade. No mercado, há planos especiais que aceitam pessoas com até 80 anos de idade, uma tendência de mercado, uma vez que a taxa de expectativa de vida aumenta ano a ano.

Porém, mesmo considerando isso, os contratos geralmente têm preços bem proibitivos para quem já passou dos 60 anos de idade. Trata-se de algo aceitável. A partir dessa idade, o risco para a seguradora é bem maior, já que a probabilidade de ocorrência de um infortúnio é bem grande.

A recomendação para pessoas nessa idade, que estejam interessadas em fazer um seguro é ter a formação de uma reserva para eventuais emergências. É o sistema conhecido como colchão de liquidez.

5 – Conheça os principais tipos de coberturas

A cobertura principal do seguro de vida, que também é obrigatória, é a que cobre a morte do segurado. Esse é o caso em que o beneficiário recebe uma indenização definida na apólice, em caso de falecimento.

principais tipos de coberturas - Seguro de vida

Entretanto, na contratação de um plano, é normal haver algum tipo de distinção muito clara entre cada um dos tipos de coberturas. Isso porque as seguradoras preferem cobrar cada uma das modalidades separadamente, para poder abraçar o maior número possível de clientes.

Por isso, quando fazer o contrato de seguro de vida, preste muita atenção para saber se você está assinando uma apólice que acabe atendendo às suas exigências. Dentre as coberturas mais comuns, é possível encontrar as seguintes:

  • Morte
  • Morte por acidente
  • Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente (IPA)
  • Invalidez permanente total por acidente (IPTA)
  • Invalidez Permanente por Acidente Majorada (IPAM)
  • Invalidez Funcional Permanente Total por Doença (IFPD)
  • Invalidez Laborativa Permanente Total por Doença (ILPD)
  • Despesas Médicas, Hospitalares e Odontológicas (DMHO)
  • Diárias de Incapacidade Temporária (DIT)
  • Diárias por Internação Hospitalar (DIH)
  • Doenças Graves (DG)

Sempre lembrando que é possível combinar mais de um tipo de cobertura no simulador do seguro de vida, criando um produto específico para as suas necessidades.

6 – Avalie a necessidade do seguro de vida resgatável

No mercado de seguros brasileiro, existem atualmente dois tipos de seguro de vida, os tradicionais e os resgatáveis. O segundo se diferencia, pois oferece a possibilidade de resgate de parte ou da totalidade do valor pago até o momento.

necessidade do seguro de vida - Seguro de vida

Pode parecer vantajoso, mas é preciso tomar cuidado, já que algumas empresas tentam vender o seguro de vida resgatável como um tipo de investimento para o futuro. Por isso, é sempre bom deixar claro que fazer um seguro não é o mesmo que fazer um investimento financeiro.

O fato de ser possível retirar mais do que o valor pago como prêmio não significa nada demais, já que esse “benefício” estará embutido no preço do seguro e a taxa de retorno aplicado nunca vai superar a inflação, sendo de 2 ou 3% ao ano.

A essência principal do seguro de vida é proteger os familiares e dependentes financeiros em caso de alguma fatalidade. No momento em que ele se torna uma análise de investimento, é possível perceber rapidamente que qualquer outro tipo de investimento pode oferecer uma maior rentabilidade maior.

7 – Avalie a contratação de diversos seguros

Não existe um limite na quantidade de seguros de empresas diferentes. Porém, com a quantidade de planos diferentes que uma mesma seguradora de vidapode oferecer, é raro uma pessoa fazer esse tipo de transação.

Porém, existem situações em que o segurado pode acabar coberto por mais de um plano. Geralmente é o caso das pessoas que trabalham em empresas que oferecem um seguro de vida, mas também acabam contratando um tipo de proteção individual.

Nesse caso, se houver um sinistro, cada uma das seguradoras vai pagar a indenização de acordo com o seguro contratado. Há apenas uma especificidade para essa situação, sendo que a empresa pode solicitar ao cliente as informações sobre a existência de outros seguros de vida antes do fechamento.

8 – Escolha os beneficiários certos

O contratante do seguro pode escolher, de maneira livre, quem serão as pessoas beneficiadas pelo contrato de seguro de vida. A substituição desses beneficiários também pode ser realizada quantas vezes o segurado quiser.

beneficios certos - Seguro de vida

Essa indenização não é considerada uma herança, o que significa que, não necessariamente os herdeiros terão direito ao valor do segurado, sempre prevalecendo a indicação do contratante do seguro de vida.

No caso de não haver nenhum indicado como beneficiário, o artigo 792 do Código Civil, metade da indenização será paga ao cônjuge não separado e o restante aos herdeiros do segurado.

9 – Faça a cotação dos seguros com um especialista

Mesmo sendo o último passo, esse é o mais importante de todos. É preciso sempre fazer uma cotação que abranja todo o mercado segurador, não apenas uma seguradora específica.

E isso é possível apenas se você utilizar uma corretora independente como intermediária, já que ele não possui vínculo de exclusividade com nenhuma seguradora.

Por conta de possuir contato com diferentes empresas, ela acaba possuindo a independência de procurar o que realmente é o melhor seguro para você. Por isso, pode ter certeza, você só vai conseguir um seguro com o melhor custo x benefício se utilizar o auxílio de uma corretora de responsabilidade.

É o caso da consultoria especializada Boaventura Seguros. Somente ela conta com apólices customizadas das melhores companhias de seguro de mercado. Somente nela é possível contratar uma apólice de seguro de vida e acidentes pessoais por telefone, sem a menor burocracia e com a maior agilidade do mercado. Confira!

cotação do seguro de vida não é indicada para todas as pessoas. Apesar de ser totalmente importante em diferentes casos, nem sempre há a necessidade de se ter um seguro.

Por ser uma forma de proteção aos familiares, a recomendação é que a cotação de seguro seja contratada por pessoas que queiram um bom planejamento familiar, dependentes financeiros e queiram também ter uma vida tranquila.

É impossível prever exatamente o que vai acontecer nos próximos dias. Nem ao menos é possível ter controle total no que vai acontecer nos próximos minutos. Pode ser um acidente bobo, que simplesmente encerre a vida de uma pessoa, acreditando plenamente pelos próximos 30 anos, desfrutando de uma vida longa ao lado dos familiares.

contratar seguro de vida - Seguro de vida

Por conta desses tipos de surpresas, um seguro de vida faz todo o sentido. A contratação desse modelo de serviço não tem nada a ver com um desejo de morte ou uma preocupação desnecessária.

Trata-se de uma demonstração de apreço, que poucos planejam fazer. Claro que muitas famílias não possuem as condições necessárias para pensar sobre fazer um contrato de seguro de vida.

Entretanto, aquelas que acabam desfrutando de uma qualidade de vida mínima, precisam priorizar e estudar esse assunto, exatamente para proteger seus dependentes dos acasos que podem ocorrer.

A melhor forma de fazer a contratação é conversando bem com o seu corretor e explicando todas as suas necessidades e seu histórico de vida. Somente assim ele vai poder indicar o melhor plano para você, com análise detalhada e muito mais assertiva. O processo de contratação de um seguro de vida geralmente não é difícil. É preciso somente que você deixe muito claro todas as suas necessidades, para que o contrato seja firmado corretamente. contratacao seguro de vida e1535467968923 - Seguro de vida Existe também a possibilidade de se contratar um seguro de vida customizado, sem a necessidade de preenchimento da declaração pessoal de saúde, por telefone e sem burocracia. Esse é o jeito de como fazer um seguro de vida na Boaventura Seguros. O recomendado para quem quer assinar um seguro de vida é não pesquisar apenas o prêmio e o valor segurado, mas itens como credenciamento da corretora e da seguradora na SUSEP, solidez da empresa, expertise da corretora nesse segmento, análise preventiva de todas as coberturas e a recomendação de outros segurados. Se você levar em conta todos esses aspectos, dificilmente você entrará em uma fria na hora de assinar o contrato e levar a proteção para a sua família. Por isso, sempre se pergunte se seus familiares ficariam bem amparados depois que você se for. Se a resposta for não, então está na hora de você considerar seriamente a contratação de um seguro de vida. E, para o procedimento sair de maneira correta, conte sempre com a Boaventura Seguros. A consultoria especializada está sempre pronta para te ajudar a buscar o melhor seguro de vida, de acordo com o que você precisa.